Fale conosco pelo WhatsApp

Médico ortopedista especialista em artroplastia total do tornozelo

Imagem meramente ilustrativa (Banco de imagens: Shutterstock)

Trata-se de um procedimento complexo e extremamente eficaz para pacientes com artrose do tornozelo, condição que se não tratada pode levar à perda de mobilidade e função

O Dr. Guilherme Honda realizou um fellowship de 1 ano no Hospital for Special Surgery (Nova York), o mais renomado hospital ortopédico dos Estados Unidos. Durante esse ano de treinamento, ele se aprofundou no tema, participando de 130 procedimentos cirúrgicos de artroplastia total do tornozelo e desenvolvendo diversas pesquisas científicas sobre o tema.

Atualmente, é o ortopedista brasileiro com o maior número de publicações científicas a respeito das próteses de tornozelo, tendo inclusive recebido o prêmio de melhor trabalho científico no Congresso Americano de Ortopedia do Pé e Tornozelo realizado em Boston, em 2018, por seu trabalho avaliando a mecânica das artroplastias do tornozelo.  Por esses motivos, o ortopedista Dr. Guilherme Honda é atualmente considerado referência absoluta no assunto, estando sempre presente em congressos e cursos, ministrando aulas sobre o tema para outros ortopedistas.

A técnica de artroplastia (prótese) total do tornozelo é um procedimento bem estabelecido e amplamente realizado ao redor do mundo para o tratamento da artrose grave do tornozelo, especialmente nos Estados Unidos e Europa. No entanto, seu uso é ainda infrequente nos serviços de ortopedia e traumatologia no Brasil. Isso se deve principalmente a alta complexidade do procedimento, havendo a necessidade de profissionais altamente especializados para sua realização, ou seja, o especialista em artroplastia total do tornozelo.

Essa cirurgia vem sendo desenvolvida e realizada há mais de 30 anos e as próteses já se encontram em sua quarta geração. No entanto, sua aplicação se tornou disponível no Brasil apenas em 2012, quando foi autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Atualmente possuímos no Brasil alguns dos mais modernos modelos de prótese de tornozelo, os mesmos utilizados em países como os Estados Unidos e Europa.

O que é a artrose do tornozelo?

 As cartilagens facilitam o movimento das articulações, absorvendo os impactos e permitindo o deslizamento suave das superfícies articulares. A artrose significa que a cartilagem das superfícies articulares estão desgastadas, com consequente atrito entre as superfícies ósseas.

 O especialista em artroplastia total do tornozelo é um médico procurado por pacientes que apresentam artrose dessa articulação, que pode ser provocada por diferentes fatores. Dentre as causas mais comuns para a artrose do tornozelo podemos destacar:

  • Fraturas ou lesões provocados por acidentes, ou traumas;
  • Instabilidade crônica do tornozelo devido a lesões ligamentares prévias;
  • Lesões da cartilagem;
  • Doenças inflamatórias, como a artrite reumatoide ou gota;
  • Doenças hematológicas, como a hemofilia;
  • Artrose primária (sem fator causador definido).

O principal sintoma inicial da artrose no tornozelo é a dor para atividades. Inicialmente, a dor pode se manifestar apenas em atividades mais intensas, como corridas ou outros esportes de impacto. Conforme a doença progride, as dores se manifestam durante simples caminhadas ou mesmo para se manter parado de pé. A mobilidade do tornozelo pode se tornar cada vez mais limitada, até o tornozelo se tornar rígido.

O tratamento conservador consiste em medicações para alívio da dor, ajuste de calçados, fisioterapia e eventualmente uso de órteses. Outra opção ainda são as infiltrações articulares, especialmente com ácido hialurônico. Embora todas essas medidas possam trazer alívio das dores, infelizmente, não existe tratamento conservador capaz de regenerar a cartilagem danificada. Quando esses tratamentos não surtem o efeito desejado, é possível que o especialista em artroplastia total do tornozelo recomende uma intervenção cirúrgica.

Dentre as opções cirúrgicas, as duas principais são: a artroplastia total do tornozelo e a artrodese do tornozelo. Ambas produzem bons resultados no tratamento da artrose terminal, sendo equivalentes no alívio da dor. No entanto, a grande vantagem da artroplastia total do tornozelo é o fato dela ser capaz de manter a mobilidade da articulação do tornozelo, o que não ocorre na artrodese.

Como funciona a artroplastia do tornozelo

A artroplastia do tornozelo, realizada pelo médico especialista, é um procedimento que consiste na substituição da articulação adoecida por uma prótese metálica. Com isso retira-se a camada da cartilagem doente, possibilitando ao paciente realizar suas atividades sem dor e mantendo a mobilidade do tornozelo. Essa intervenção cirúrgica é muito bem estabelecida, com sua eficácia comprovada por centenas de artigos científicos já publicados ao redor do mundo.

Apesar de a artroplastia total do tornozelo poder ser realizada em pacientes das mais diversas faixas etárias, com artigos científicos demonstrando bons resultados tanto em pacientes jovens quanto idosos, a prótese é melhor indicada para pacientes não tão jovens. Isso ocorre pelo fato de o paciente jovem necessitar de um maior número de trocas da prótese durante sua vida devido a sua maior expectativa de vida, o que futuramente pode ser um problema.

Contraindicações

A artroplastia total do tornozelo deve ser indicada com muita cautela, uma vez que se realizada em pacientes com o perfil errado, pode trazer consequências negativas.

Por esse motivo, o especialista saberá conduzir uma conversa longa e detalhada sobre as características individuais de cada paciente, para se certificar de que aquele paciente é realmente elegível para a realização desse complexo procedimento.

Algumas das contraindicações da artroplastia total de tornozelo são: pacientes que apresentem uma infecção óssea ativa ou recente, necrose avascular grave, disfunção sensorial ou motora do pé, ou da perna, doenças neuromusculares, qualidade óssea severamente comprometida, alcoólatras, dependentes químicos ou fumantes compulsivos.

Quando a artroplastia do tornozelo é indicada

A artroplastia total do tornozelo é um procedimento recomendado para pacientes que apresentam limitação funcional e dor devido à artrose grave do tornozelo, e que ao mesmo tempo desejam manter a mobilidade do tornozelo. Vale ressaltar que a prótese de tornozelo, como qualquer material, sofre desgaste com o tempo.

As próteses de tornozelo modernas tendem a durar mais de 9 anos em mais de 80% dos pacientes. Dessa forma, o indivíduo que se submete a essa técnica deve estar ciente que futuramente pode ser necessária a substituição da prótese. Realizando-se um monitoramento adequado, e o procedimento com um profissional habilitado, as próteses de tornozelo tendem a ter uma ótima durabilidade, e propiciar grande alívio das dores e boa função para as atividades do dia a dia.

Para entender melhor sobre as possibilidades dessa técnica, leve sempre as suas dúvidas diretamente ao consultório de um especialista em artroplastia total do tornozelo. Agende uma consulta com o médico ortopedista Dr. Guilherme Honda e tire todas as suas dúvidas acerca desse procedimento.

Fontes:

Saito, Guilherme Honda et al. Short-Term Complications, Reoperations, and Radiographic Outcomes of a New Fixed-Bearing Total Ankle Arthroplasty. Foot Ankle International 2018. doi:10.1177/1071100718764107.

Saito, Guilherme Honda et al. Total Ankle Replacement With Advanced Varus and Valgus Deformities. Techniques in Foot Ankle Surgery. 2018. doi:10.1097/BTF.0000000000000198.

Daniels TR et al. Intermediate to Long-Term Outcomes of Total Ankle Replacement with the Scandinavian Total Ankle Replacement (STAR). J Bone Jt Surg Am. 2015. doi:10.2106/jbjs.n.01077

Como podemos te ajudar?

Nossa devoção se mostra no atendimento integral que prestamos aos nossos pacientes. Todos nós do consultório Dr. Guilherme Honda Saito estamos comprometidos com nossa missão: ajudá-lo a ter uma vida mais saudável.